dor na coluna

Dor Lombar – Causas, Tratamentos e Sintomas

Dor lombar é uma queixa muito comum. De acordo com pesquisas, aproximadamente 80% de todos os americanos terão dor lombar pelo menos uma vez em suas vidas.

A dor lombar é uma razão comum para a ausência do trabalho e visitas ao médico. Embora a dor nas costas possa ser dolorosa e desconfortável, geralmente não é grave.

Embora a dor nas costas possa afetar pessoas de qualquer idade, é significativamente mais comum entre os adultos com idade entre 35 e 55 anos. Os especialistas dizem que a dor lombar está associada à forma como nossos ossos, músculos e ligamentos em nossas costas trabalham e se conectam.

A dor na parte inferior das costas pode estar ligada à coluna lombar óssea, discos entre as vértebras, ligamentos ao redor da coluna vertebral e discos, medula espinhal e nervos, músculos das costas, abdômen e órgãos internos pélvicos e a pele ao redor da região lombar. A dor na parte superior das costas pode ser devida a distúrbios da aorta, tumores no tórax e inflamação da coluna vertebral .

Dor lombar pode ser desencadeada por diferentes causas. Diagnostica-la de forma assertiva, indicará o tratamento mais eficaz para livra-se de grande mal.

É quase improvável conhecer alguém que nunca tenha reclamado de dor lombar. Números apontam que mais de 90% da população mundial já sentiu uma lombalgia.

Essa dor pode ser aguda, e quando não tratada torna-se crônica. A dor lombar aguda dura em torno de 6 semanas. Já a crônica se estende durante toda a vida do paciente.

Vamos conhecer as principais causas de lombalgia, os melhores tratamentos e a algumas dicas de como se prevenir das dores nas costas.

Dor lombar – Principais causas

A dor lombar atinge a área do corpo que vai das nádegas até a última costela. Seu principal sintoma é uma dor forte localizada; em alguns casos provoca dores nos membros e causa uma fadiga muscular.

As causas mais comuns da dor na lombar são os seguintes fatores:

– Postura incorreta – uma das causas mais comuns; ficar em pé ou sentado de forma errada provoca danos a região da coluna, e, por conseguinte da lombar.

– Inflamações ou infecções – é comum o nervo ciático ser acometido por inflamações, e ocasionam dores tremendas, que se alastra pela perna.

– Hérnias de disco – o desgaste dos elos nas vertebras também é muito comum.

– Artrose – a degeneração nas articulações provoca muitas dores.

– Sedentarismo – a falta de exercícios é outro motivo comum para dores na região lombar

– Obesidade – outra causa responsável por dores na coluna.

– Envelhecimento – aos poucos a estrutura óssea e o sistema muscular vai perdendo força, a medida que a idade avança, e as dores são quase certas.

– Problemas emocionais – pouca gente sabe, mas pessoas com depressão ou ansiedade, sofre constantemente com dor na região lombar.

Tratamentos eficazes para dor lombar

Existem muitos tratamentos para combater a dor lombar. A fisioterapia avança a passos largos nesse campo, oferecendo mais qualidade de vida as pessoas que são afetadas por esse problema.

Muitas técnicas ajudam a minimizar a lombalgia, podemos destacar:

– RPG

– Osteopatia

– Quiropraxia

Além desses métodos aclamados pela fisioterapia, ainda existem exercícios bastante recomendado por especialista, tais como:

– Pilates

– Gyrotonic

São atividades físicas que trabalham a reeducação da postura, fortalecimento muscular e respiração. Pacientes que praticam os exercícios citados, conseguem reduzir muito as incomodas lombalgias.

Sinais e sintomas

Um sintoma é algo que o paciente sente e relata, enquanto um sinal é algo que outras pessoas, como o médico detecta. Por exemplo, a dor pode ser um sintoma, enquanto uma erupção cutânea pode ser um sinal.

O principal sintoma de dor lobar é, como o nome sugere, uma dor ou dor em qualquer lugar nas costas e, às vezes, até os nádegas e as pernas. Alguns problemas nas costas podem causar dor em outras partes do corpo, dependendo dos nervos afetados.

Na maioria dos casos, os sinais e sintomas desaparecem sozinhos dentro de um curto período.

Se algum dos seguintes sinais ou sintomas acompanhar a dor nas costas, as pessoas devem consultar o médico:

  • Perda de peso
  • Temperatura corporal elevada (febre)
  • Inflamação (inchaço) nas costas
  • Dores nas costas persistentes – deitar ou descansar não ajuda
  • Dor nas pernas
  • A dor atinge abaixo dos joelhos
  • Uma lesão recente, golpe ou trauma em suas costas
  • Incontinência urinária – você urina involuntariamente (mesmo pequenas quantidades)
  • Dificuldade em urinar – passar urina é difícil
  • Incontinência fecal – você perde seu controle intestinal (você caca involuntariamente)
  • Entestinho em torno dos genitais
  • Engordação em torno do ânus
  • Engolência em torno das nádegas

De acordo com o British National Health Service (NHS), os seguintes grupos de pessoas devem procurar um conselho médico se tiverem dor nas costas:

  • Pessoas com menos de 20 anos e mais de 55 anos
  • Pacientes que levaram esteroides por alguns meses
  • Toxicodependentes
  • Pacientes com câncer
  • Pacientes que sofreram câncer
  • Pacientes com sistema imunológico deprimido

Dicas para prevenir a Dor lombar

Algumas atitudes simples podem ajudar a não ter lombalgias, são elas:

– Fique atento a forma como sentar ou se mantém parado em pé. Caso perceba que está torto, corrija sua postura.

– Procure realizar alguma atividade física. É interessante procurar exercícios que tenham boa série de alongamentos, será muito bom para reduzir a incidência de dor nas costas.

– Tenha hábitos saudáveis. Evite fumar ou ingerir de álcool.

– Uma alimentação equilibrada te ajudará demais a evitar doenças nas articulações.

Essas práticas te ajudarão a não sentir dor lombar, cuide de sua saúde.

Busque a ajuda de um especialista em coluna para resolver da melhor forma possível a sua dor lombar.

 

Dor Lombar – Causas, Tratamentos e Sintomas
4.8 (96%) 25 votes

Deixe seu comentário